segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Dream a little dream of me

Era uma sala (ou um quarto?) amplo, branco, com janelas enormes e uma televisão ligada. Eu estava sentada perto da janela, de frente a televisão. Você, de repente, apareceu e se sentou do meu lado. Eu me apoiei em você, deitei minha cabeça no seu ombro, você me abraçou e ficamos assim, vendo TV até que eu cortei o silêncio:
"Você bem podia ficar aqui em vez de ir, hein?"
"Ah, claro, gente eu não vou descer hoje não, tá? Vou ficar aqui com ela."
"Certo..."
Eu ri. Alguém entrou nessa hora e sem dizer nada senta na frente da TV. Nós chegamos para o lado para sair do caminho mas não falamos nada. Então chegou uma menina, pegou o controle da minha mão e nos obrigou a chegar para o lado enquanto tirava do filme que estávamos assistindo e colocava em um episódio de Gossip Girl. Nós trocamos um olhar e eu sussurro, me levantando:
"Que vontade de dizer a ela como esse episódio termina."
Você ri, eu vou embora, me afastando do conforto e segurança dos seus braços, de seu rosto infantil e seu sorriso sincero.

E então eu acordo.

3 comentários:

Cahh disse...

Aqueles sonhos loucos que fazem com que todas se derretam.Porque sempre sobra pra gente sonhar isso?Só para acordar e perceber que não é nem nunca será real?Ou um aviso para dizer que se queremos,tudo é possível?

bigM disse...

Some day I´m gonna drown in all this disappointment.
Really cute. Wish I could dream like that.

DH disse...

Que bonitinho